O Street Style hoje pode inspirar mais do que os melhores desfiles, muitos o diminuem chamando de circo, a causa do aglomerado de pessoas que podem estar fora de um desfile ou evento, somente para se fazer fotografar.
Eu prefiro acreditar o pensamento do filósofo Gilles Lipovetsky, a moda é um dos espaços sociais onde indivíduo consegue exercitar a sua liberdade e o seu modo crítico de ver o mundo.

No Street Style podem nascer tendências que se espalham a velocidade da luz, basta pensarmos no trend das camisas vestidas ao contrário que invadiram as ruas de New York durante a semana da moda no abril 2016.

Uma das funções mais interessantes do Street Style é a sua função de superação social através os movimentos estéticos urbanos que nascem no propor uma nova visao cultural de grupos muitas vezes substimados ou ignorados.

Um dos exemplos mais simbólicos é o movimento Afropunk, criado por James Spooner nos anos 90 em New York no coração do Brooklyn. James criou o movimento para poder encontrar outras pessoas amantes afro-americanas da música Punk( que era nos anos 90 um ambiente muito racista), destes encontros nasceram o site e o festival Afropunk, que tem como motivação dar uma nova interpretação a música, moda e cultura afro-americana.

O movimento Fashion Rebels que nasceu em Pretoria na Africa do Sul, da um exemplo belíssimo de come através o Street style, se possa valorizar e reinterpretar a identidade e a cultura através de encontros urbanos.

No Brasil o movimento Geração Tombamento (“Tombar” gíria que significar chamar a atenção, deixar sem palavras, derrubar preconceitos) além de ser um movimento de revanche social dos afro-brasileiros tem como força base o feminismo, onde a mulher negra reivindica a sua negritude através da moda, música e artes de strada.

 

 

Street Style: fotografia sem estilo?

 

Quando si pensa a fotografia de Street Style, automaticamente si imagina uma fotografia quase espontânea, sem uma preocupaste estilística, porém não é verdade, também através do Street Style um fotógrafo pode deixar a sua assinatura, dando a sua interpretação pessoal da moda urbana.

Um dos grandes fotógrafos do street style é Scott Schuman autor de um dos mais importantes blogs de Street Fashion The Sartorialist. Belo o livro The Sartorialist: Closer, com o seu olhar atento aos detalhes e a atitude das pessoas fotografadas.

Muito interessante as fotos de Street Style de @davidluraschi, na maioria das vezes fotógrafa as pessoas de costas, passeando pelo seu instagram se encontram fotos divertidas.

Um dos mitos do Street Style é Ari Seth Cohen, que fotografando mulheres e homens âgée pelas estradas de Nova York para o seu blog Advanced Style fez uma revolução e logo se tornou fenômeno de culto. Imperdível o documentário Advanced Style

Não posso deixar de mencionar os suecos Caroline Blomst and Daniel Troyse do blog  Carolines Mode, quando quer ver pessoas realmente cool, ali é o endereço certo.

 

Espero que vocês também gostem da minha visão fotográfica do Street Style 😉

 

street-style-5 street-style-2 street-style-4 street-style-6 street-style-7 street-style-1 Street Style

 

 

 

Questo articolo è disponibile anche in: Italiano

You May Also Like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *